Templo de Deméter

    Compartilhe
    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Sex Jan 26, 2018 10:35 pm


    O grupo foi seguindo Larissa, subindo a colina e indo até a entrada para o Acampamento Meio-Sangue. Assim que chegaram ao topo da colina era possível ver um pequeno ônibus escolar amarelo estacionado na estrada.






    Pequenos raios de luz solar atravessavam as nuvens pesadas, iluminando o dia com a esperança de que uma aventura parecia prestes a começar.

    Dennis respirou fundo. Por dentro, ainda morria de medo daquela missão. As coisas que haviam acontecido naquela última semana eram capazes de aterrorizar qualquer um e, sinceramente, o garoto não sabia se tinha o necessário para ajudar os amigos. Naquele momento, tremia de nervosismo e ansiedade.

    Ele então deu seu maior sorriso, voltando-se ao grupo.

    Não sabia se tinha algum dom. Se era forte, ou inteligente, ou sábio o suficiente. Mas faria o seu melhor para animar o astral do grupo e mantê-los motivados.

    — É ISSO AÍ GALERA!!! — com o punho fechado, Dennis levantou seu braço para cima. — VAMOS DAR O NOSSO MELHOR~!!

    Ele correu em direção ao ônibus, que estava de porta aberta. Num só pulo Dennis saltou os três degraus, entrando direto no automóvel. O motorista o cumprimentou:

    — Eaí. — Mark esboçou um sorrisinho, contagiado pelo meio-irmão. — Pronto pra viagem?

    — I-IRMÃOZÃO!!! — Dennis soltou um gritinho, eufórico por reencontrá-lo. — OMG!! Não me diga que... você quem vai dirigir?! QUE DEMAISSS!!!!

    O loiro deu de ombros, como se aquilo fosse nada. Larissa entrou logo após Dennis, sorrindo tanto quanto o próprio.

    — Mark vai ser o nosso motorista! Afinal, ele realmente parece o mais velho de nós!

    Mark revirou os olhos.

    — Você é um ano mais velha que eu...

    A filha de Dionísio o ignorou.

    — Irmãozão, você sabe dirigir??? Você tem carteira de motorista??

    — ........ Sei dirigir sim.

    — E a carteira de motorista???

    — ............

    Larissa riu, dando um tapinha no ombro de Dennis.

    — Sente-se!! Vamos sair logo!!

    O ruivo correu pelo corredor e escolheu um lugar mais no meio do ônibus, jogando sua mochila no assento próximo à janela. Ele praticamente estava pulando de alegria em seu lugar, esperando ansiosamente que alguém sentasse ao seu lado.

    — ELISAAAA!! — Dennis gesticulou exageradamente para a garota, chamando por ela. — VEM CÁÁ~!!
    avatar
    Nate

    Mensagens : 112
    Data de inscrição : 30/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Nate em Sab Jan 27, 2018 12:44 am

    Junto com os outros escolhidos, Nick e Allen subiram a colina e avistaram o ônibus escolar. O menino, que começou a ficar sonolento novamente após o café da manhã, subiu no veículo logo após Larissa e, cansado demais para se preocupar com o fato de que Mark não possuía carteira de motorista, sentou mais atrás e descansou sua cabeça na janela.

    Se estivesse com o seu travesseiro naquele momento, certamente já estaria sonhando sobre a sua mãe ou sobre os momentos de diversão que tivera com Rose no ano passado. Por alguma razão, seus sonhos podiam ser facilmente manipulados, e agora, mais do que nunca, o garoto gostaria de ter bons sonhos para evitar pensar nas dificuldades e desafios que passaria na missão.

    Allen, diferentes dos outros campistas, hesitou por um instante antes de entrar no ônibus. Já vira aquele veículo algumas vezes, mas nunca entrara dentro dele. Quando subiu os degraus, reconheceu o líder do chalé de Hefesto, embora não soubesse o que "Hefesto" significava. Pelo o que o jovem lembrava, na última vez em que conversaram, a sobrancelha dele estava queimando.

    Atravessando o corredor do ônibus, Allen resolveu sentar no último assento. Ainda não entendia muito bem a situação em que se encontrava, e odiava saber que estavam indo para a cidade. Só de lembrar a poluição sonora e do ar que existia nas áreas urbanas já o deixava enjoado.
    avatar
    Bivi

    Mensagens : 246
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Bivi em Sab Jan 27, 2018 1:34 am

    Elisa estava mais quieta do que o normal. O percurso até o ônibus foi silencioso enquanto a garota refletia sobre os últimos acontecimentos. Era intimidador pensar sobre a missão do grupo, ainda mais quando haviam tantas coisas em jogo. Ela pareceu sair do seu transe quando Dennis tentou animá-los.

    — Isso! Vamos nessa. — Disse, mesmo que ainda estivesse incerta sobre tudo.

    A filha de Poseidon sorriu para os demais campistas antes de subir no ônibus. Seus olhos se arregalaram ao saber que Mark não tinha carteira de motorista.

    — Espero que não tenhamos problemas com isso...

    — Relaxa, Elisa. Pelo menos eu nunca vi ele bater um carro antes. — Brincou Jade ao subir as escadas.

    Ao contrário de Elisa, ela parecia mais otimista quanto a situação - ou pelo menos não demonstrava seu nervosismo.

    — Animem-se! Não é bom viajar em grupo com energias negativas. — Jade deu um tapinha no ombro de Mark antes de seguir em frente.

    Elisa sentou ao lado de Dennis ao ouvir seu chamado.

    — Olá, Dennis. — Ela riu baixo com a empolgação do ruivo, deixando a sua mochila logo abaixo do assento. — Isso até parece uma viagem escolar, não?

    — E aí, Nick? — Jade sentou ao lado do garoto que parecia pensativo. Ela o olhou por um momento antes de perguntar: — Algo está te preocupando?
    avatar
    Caio

    Mensagens : 98
    Data de inscrição : 30/12/2014
    Idade : 19

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Caio em Sab Jan 27, 2018 1:39 am

    O refeitório mantinha-se num clima tenso durante o café-da-manhã como era de se imaginar, murmúrios corriam na mesa pelos campistas ou os mesmos ficavam quietos na mesa tentando se distrai de tudo a sua volta.

    Clover era um deles, na mesa do chalé 4 ela focava em seu prato, um tanto silenciosa até demais, na tentativa de ignorar as vozes dos outros semi-deuses. Mas era difícil fingir que nada estava acontecendo, sendo que ela tinha algo a ver com os boatos.

    Após o anunciamento do Sr. D e de Larissa, os campistas recobriram sua confiança no acampamento, mas os filhos de Deméter permaneceram incomodados e preocupados com algo novo, logo a caloura do chalé foi convocada para a missão, mesmo após o incidente com a meia-irmã responsável do chalé.

    - Não se preocupem por favor- A garota forçou um sorriso em resposta dos olhares de pena de seus irmãos. – Estou mais pronta do que vocês pensam.

    Finalmente depois do grupo chegar ao topo da colina Clover avistou o ônibus escolar.

    - Que belo jeito de viajar numa missão. – Deixou escapar num sorriso torto, realmente não era o que ela havia idealizado e podia esperar qualquer outra coisa.

    O sol parecia iluminar especialmente o Dennis, e seu bom humor conseguiu ser passado para a garota, um dando até demais o que fez ela esperar ele entrar no veículo primeiro e por vim acompanha-lo. Alguns dos assentos já foram escolhidos e haviam sidos ocupados, então ela apenas resolveu sentar em qualquer canto onde podia ficar ao lado de sua mochila.

    ~~
    Liam subiu a colina depressa, estava meio atrasado por causa da bagunça que foi arrumar seus equipamentos, ele conseguiu chegar a tempo, nem todos os campistas haviam entrado no ônibus, isso foi um alivio. Após esperar todos entrarem no ônibus o sátiro os seguiu.

    - Capitão Mark, estou ao seu dispor, qualquer coisa pode chamar seu comissário de bordo. – Passou dando uma piscadinha para o líder de Hefesto. – Olá pessoal, espero que todos estejam confortados em seus aposentos. Meu nome é Liam, o sátiro protetor de vossa missão, estou aqui em caso de qualquer coisa ^^. Antes da partida do ônibus coloquem bem os cintos e em caso de perigo mantenham a calma, se não conseguirem, bem, podem gritar bastante ok? Estou ao seu dispor, podem me chamar.

    Durante o seu discurso Liam não conseguiu não olhar para Larissa com esperança de que ela não tivesse notado seu atraso, porem falhou, e o olhar roxo da garota cortou-o friamente que acabou num suspiro. Ele conseguiu passar ileso desta vez, mas ele contava que fosse o ultimo erro, ele não ia deixar que seu jeito descuidado de ser fosse a causa da falha da missão novamente.
    avatar
    Caio

    Mensagens : 98
    Data de inscrição : 30/12/2014
    Idade : 19

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Caio em Sab Jan 27, 2018 2:04 am

    Liam sentiu-se um tanto orgulhoso do seu improvisado, um disfarce quase que perfeito para encobrir seu atraso. Ele resolveu procurar algum campista na qual poderia estar meio deslocado e reconfortar ele, olhando para todo o ônibus conseguiu achar Clover que estava num dos assentos na frente, mas com o pouco mais de atenção também achou garoto dos cabelos brancos sentado no fundo do ônibus.

    Resolveu então passar pelo corredor atrás de Allen, mas mesmo assim resolveu no meio do caminho dar um tchauzinho para a filha de Deméter.

    - Olá Senhor, o que achas da nossa incrível tecnologia de última ponta designada para seu conforto? – Dando um sorriso para o garoto que parecia meio enjoado olhando de perto.


    Última edição por Caio em Sab Jan 27, 2018 2:11 am, editado 1 vez(es)
    avatar
    Nate

    Mensagens : 112
    Data de inscrição : 30/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Nate em Sab Jan 27, 2018 2:06 am

    - Hã? - Com a cabeça virada para a janela do ônibus, Nick não percebeu que era Jade que estava o chamando. Só quando virou a cara reconheceu a jovem campista que, assim como ele, era veterana e dormia no chalé de Hermes. - Ah! Jade...

    Ao ouvir a pergunta da cigana, Nick começou a encarar os seus dedos enquanto realizava movimentos repetidos. Isso muitas vezes o ajudava a permanecer acordado por mais tempo.

    Pensou em comentar com ela sobre o seu travesseiro desaparecido, tinha certeza que ela poderia ajudá-lo a encontrar. Mas resolveu perguntar uma coisa que estava em sua mente há algum tempo, e que apenas ela, ele mesmo e Allen sabiam como era a sensação.

    - Você acha que encontraremos os nossos pais? Não fomos determinados, e tenho certeza que meu pai é um Deus Menor. A Rose, a Elisa, o Ryan e os outros...todos eles vão encontrar os seus pais...

    Pensando em como seria ver o seu pai, o garoto quase não escutou o discurso de Liam.
    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Sab Jan 27, 2018 2:07 am

    Mark bufou (ou era para aquilo ser uma risada?) com o comentário de Jade, sem entender a preocupação da filha de Poseidon. Mesmo não tendo tirado sua carteira de motorista sabia dirigir muito bem e era bem experiente no volante. A ideia de que pudesse se envolver em um acidente de trânsito e machucar seu querido ônibus era ridícula.

    — Se pedirem pra ver minha habilitação a gente acelera e reza.

    Dennis deu espaço para que Elisa pudesse se sentar, jogando a mochila para o chão. Parecia extremamente feliz de estar ao lado da garota, sentindo-se mais animado ainda com a viagem.

    — Siim!! Parece mesmo que a gente tá saindo numa excursão, né?? Se bem que eu sempre me encrencava nessas saídas de campo... — ele coçou a cabeça, um tanto embaraçado. A lista de coisas que deram errado quando estava em alguma viagem era enorme, mas ele preferiu não entrar em detalhes. — Estamos indo pro Central Park, né? Clover, você já foi lá? —  o ruivo gritou, tentando incluir Clover na conversa.

    Mark conseguiu esboçar um sorriso ao ver que Liam estava animado também. Ele parecia estar se esforçando em seu trabalho como sátiro e aquilo era bom. Aceitando sua ajuda, o filho de Hefesto acenou com a cabeça, deixando que Liam cuidasse dos passageiros enquanto se focava em dirigir.

    avatar
    Caio

    Mensagens : 98
    Data de inscrição : 30/12/2014
    Idade : 19

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Caio em Sab Jan 27, 2018 2:26 am

    Após ouvir um grito estridente, Clover só imaginava uma possível fonte para ele, respirou fundo e ficou de joelhos no banco virando-se para trás, já esperava que não seria um passeio tranquilo.

    - Uhum, parece um lugar quase que magico no meio de todos aqueles prédios, é incrível. – Parou por um momento lembrando de sua última visita ao local, e firmemente continuou falando com esperança de disfarçar seu tom corado. – Espero que ele continue intacto e sem incêndios quando saímos de lá.


    Última edição por Caio em Sab Jan 27, 2018 2:29 am, editado 1 vez(es)
    avatar
    Nate

    Mensagens : 112
    Data de inscrição : 30/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Nate em Sab Jan 27, 2018 2:27 am

    Allen olhou surpreso para a aparência de Liam. Já tinha o visto antes, mas nunca havia notado o quanto aquele garoto se parecia com um...bode? Na região onde vivia, ninguém criava essa espécie de animal, mas já tinha ouvido falar bastante deles.

    Era mais uma coisa estranha que só existe na cidade? O jovem se lembrou de uma vez em que sua mãe comentara sobre a enorme quantidade de hormônios que existe em produtos industrializados. Mas ele não esperava que isso fosse deixar as pessoas tão peludas, muito menos com um par de chifres.

    -Hmm, esse troço é bem mais confortável que a caminhonete do Seu Bento, mas prefiro ir de cavalo. Por que não posso ir com o Nimbus?
    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Sab Jan 27, 2018 2:36 am

    Dennis estava curioso para saber como era o Central Park, visto que ainda não tinha ido até lá. Pelo que tinha ouvido falar do lugar, era só um parque grande com bastante vegetação (coisa não muito interessante para o filho de Hefesto) mas... ao ouvir o comentário afiado de Clover e sua indireta para que tentasse não incendiar o local, o garoto ficou vermelho como um tomate.

    — E-Eu não faria isso!!! — Dennis gritou numa vozinha fina, extremamente magoado. Ele parecia prestes a chorar.
    avatar
    Bivi

    Mensagens : 246
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Bivi em Sab Jan 27, 2018 2:43 am

    Jade piscou com a pergunta de Nick. Pega de surpresa, a cigana assumiu uma expressão séria e um tanto pensativa - especialmente por entender como ele se sentia. Era comum que campistas indeterminados se sentissem daquela maneira e ela não era exceção.

    — Eu não sei. — Admitiu, desviando o olhar para a janela. — Também tenho as minhas dúvidas... mas prefiro acreditar que sim.

    Jade mexeu inconscientemente no seu colar, a única lembrança que tinha de sua mãe. A essa altura já estava claro de que a sua mãe divina também era uma Deusa Menor.

    — Acredito que vou encontrá-la algum dia; eu rezo por isso. E eu sei que ela recebe minhas orações. — Ela olhou para Nick novamente, suas palavras soando mais confiantes dessa vez. — Então mesmo que demore, sei que vamos encontrá-los em algum momento.

    Elisa sorriu com a menção do Central Park.

    — É bem bonito por lá. Só me pergunto onde estão os outros templos... eu nunca fui tão longe de casa sozinha. — Murmurou baixinho, ponderando sobre o assunto. Foi então que o comentário de Clover magoou Dennis, tirando-a dos seus devaneios. — Ei, Dennis, ela não fez por mal.
    avatar
    Caio

    Mensagens : 98
    Data de inscrição : 30/12/2014
    Idade : 19

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Caio em Sab Jan 27, 2018 2:57 am

    Parou para analisar o garoto, no que Allen pensava parecia que iria continua um grande mistério para o sátiro desvendar.

    - Haha, esse tal de Bento parece bem gente fina hein. – Tentava agarrar qualquer vestígio da conversa que podia usar para continuar uma boa conversação. – Ahn bem uma boa pergunta na verdade, mas um dos objetivos do ônibus é tentar ser mais discreto possível e ajudar como o trabalho da Névoa. – Com certeza novato não iria entender muito bem a função da névoa.- Uh bem apenas imagine um grupo de pessoas descendo dos céus com alguns cavalos com asas, não seria algo que se vê todo dia certo? E bem tem alguém aqui que não se dá muito bem com Pégasos ou outros animais por aqui.

    ~~

    Logo de cara percebeu que suas palavras não foram muito bem recebidas pelo ruivo, na qual tinha ficado ainda mais vermelho agora.

    - Ah Dennis, sinto muito. – Sabendo que era muito tarde para desculpas tentou ao menos tirar o impacto de seu comentário. – Bem nós vamos estar aqui contigo, e não precisa se preocupar somos todos seus amigos que iremos te dar apoio, além do mais acreditamos em você. Como posso dizer. – Clover procurava qualquer palavra que pudesse encorajar o sensível garoto. – Sei que você vai ser foda o suficiente para controlar seu poder.
    avatar
    Nate

    Mensagens : 112
    Data de inscrição : 30/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Nate em Sab Jan 27, 2018 3:11 am

    Olhando a expressão de Jade enquanto esta mexia no seu colar, Nick percebeu que o que ele dissera não foi muito educado. Se aquilo era um assunto complicado para ele, não deveria ser diferente para a jovem. Mas ao sentir a confiança dela, o garoto deu um pequeno sorriso e percebeu que ela estava certa.

    Eles iriam encontrar os seus pais divinos naquela missão.

    E falando em missão...

    -Ei, você acha que será difícil conseguir os "emblemas" dos deuses? - Perguntou Nick.

    -x-

    -Não é algo que se vê todo dia? - Perguntou o jovem de cabelos brancos.

    Allen estranhou quando Liam dissera que não era normal para os homens da cidade ver cavalos com asas. Eles criavam meninos-bodes e monstros dentro de museus. Aqueles cavalos também haviam sido criados por eles, não?

    -E por que vamos para a cidade?
    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Sab Jan 27, 2018 3:15 am

    Dennis fungou, ouvindo as palavras de Clover com atenção. Não conseguia entender muito bem o que ela quis dizer com todas aquelas palavras, mas captou a mensagem focando-se nas palavras "amizade" e "acreditamos em você".

    Ele assou o nariz na manga do suéter e sorriu que nem um bobo, como se nem estivesse ao ponto de cair no choro há um minuto atrás.

    — Uau, obrigado Clover!! — disse, acreditando que ela estava o elogiando. — Hehe, assim você me deixa sem graça~!

    Dennis esperava mesmo que conseguisse controlar melhor o seu poder. Pelo menos assim não acabaria destruindo florestas inteiras sem querer (e, de quebra, não deixaria Clover enfurecida).

    — Pois é, me pergunto onde os outros templos vão ser... — o ruivo coçou o queixo, intrigado pelo comentário de Elisa. — Quando eu olhei aquele mapa que o Sr D. nos deu só tinha o templo de Deméter marcado. Será que a gente vai viajar pelo país todo atrás dos templos??

    Aquela ideia o animava. Afinal de contas, Dennis estudava num colégio interno religioso e raramente saía das instalações do convento, nem mesmo nos feriados. A única exceção era quando havia as excursões (que se resumiam à museus ou pior, retiros).
    avatar
    Caio

    Mensagens : 98
    Data de inscrição : 30/12/2014
    Idade : 19

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Caio em Sab Jan 27, 2018 3:32 am

    - Bem o nosso objetivo é chegar no Central Park, mesmo sendo um parque repleto de arvores e natureza ele está bem no meio de Nova York. Uma das maiores cidades dos Estados Unidos, não é incrível isso?

    ~~

    Parece que acabou dando certo a ideia de acalmar o Dennis, (Nota Mental: cuidado com que fala com o ruivinho.)

    - Ué só disse a verdade, não tem por que ficar sem graça. – Falou sorrindo, pelo visto o garoto não ia continuar a viagem mais daquele jeito de ainda pouco. Então ela resolve se sentar no banco novamente, afim de evitar mais algum acidente.
    avatar
    Bivi

    Mensagens : 246
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Bivi em Sab Jan 27, 2018 4:55 am

    Jade se recostou no seu banco. Era evidente que a mudança de assunto fez com que ela ficasse mais à vontade.

    — Hmm, depende de cada Deus. — Deu de ombros. — Alguns vão querer dificultar pra nós. Não acho que o Apolo, por exemplo, vá fazer algo fácil. Ele pode ser meio troll. — Ela então olhou para cima como se o Deus em questão estivesse escutando. — Sem ofensa.

    Elisa assentiu com o comentário de Dennis. Era provável que o grupo precisasse percorrer o país em busca dos templos. Não que conhecer diversos lugares fosse algo ruim; pelo contrário, ela gostava disso. Seria sem dúvidas uma experiência incrível... exceto pela quantidade de perigos à espreita.

    Mas de nada adiantava pensar apenas no pior. Elisa seguiu o conselho anterior de Jade e tratou de afastar os pensamentos negativos. Ao invés disso, ela se focou em imaginar as próximas cidades que o grupo visitaria.

    — Seria legal, né? Tem vários lugares que eu gostaria de conhecer. — Sorriu. — Eu adoraria ir pra Disney.


    Última edição por Bivi em Sab Jan 27, 2018 2:22 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    Cah

    Mensagens : 168
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Cah em Sab Jan 27, 2018 10:55 am

    Ryan e Rose tinham escolhido os assentos atrás de Nick e Jade. Quando Nick começou a falar sobre a possibilidade de encontrarem seus pais divinos, Rose apenas escutou em silêncio. Não sabia como poderia confortar o amigo quando o tópico da conversa era algo que ela já sabia que o incomodava há algum tempo.

    E então a garota se assustou com um barulho repentino de impacto almofadado e o grito de Ryan.

    — DROGA!! EU PERDI!

    O menino tinha enfiado os dois pés com tudo no banco da frente (onde estava sentada Jade). Em suas mãos segurava um Nintendo DS, onde jogava Mario Kart desde que Liam dera seu discurso no ônibus.
    avatar
    Bivi

    Mensagens : 246
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Bivi em Sab Jan 27, 2018 2:21 pm

    Jade, que até então estava sentada tranquilamente, deu um solavanco com o gesto brusco de Ryan (quase dando de cara com o banco da frente). O empurrão repentino foi o suficiente para irritá-la.

    — EI! — A cigana se virou, apoiando os joelhos sobre o assento para que pudesse ver o garoto de cima. Seu tom de voz era repreensivo e cheio de indignação. — Se liga, Ryan! Tem gente na sua frente!
    avatar
    Cah

    Mensagens : 168
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Cah em Sab Jan 27, 2018 2:44 pm

    O garoto colocou os pés novamente no chão e se endireitou com um "Ah tá. Foi mal". mas seus olhos não saíram da tela do videogame já que tinha começado uma nova partida. Rose também o olhou brava.

    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Sab Jan 27, 2018 2:45 pm

    — OMG, SERIA DEMAIS SE A GENTE FOSSE PRA DISNEY!!!

    Dennis cruzou os dedos, esperando que aquilo realmente acontecesse. Qual templo será que poderia estar no lugar da Disney??
    De qualquer forma, esperava que o local dos outros desafios aparecessem logo no mapa.

    Quando Ryan gritou de frustação por ter perdido em seu joguinho, Dennis deu um pulo em seu assento, levando um susto. Ele fuzilou o pirralho com um olhar, prestes a dar um esporro nele. Mas, ao avistar o Nintendo DS nas mãos dele, seus olhos brilharam.

    — I-ISSO É... — o ruivo se levantou, sem acreditar no que estava vendo. — É UM NINTENDO DS?! OMGG!! DEIXA EU VER??

    Ele atravessou o corredor (quase atropelando as pernas de Elisa no caminho) e se segurou na poltrona de Ryan, extremamente interessado no portátil.
    avatar
    Cah

    Mensagens : 168
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Cah em Sab Jan 27, 2018 2:58 pm

    — NÃO! É meu. Sai daqui.

    Ryan quase teve um troço quando viu quem estava interessado em seu videogame, inclusive inclinando pra longe de Dennis, como se ficar perto dele poderia lhe passar idiotice.
    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Sab Jan 27, 2018 3:04 pm

    — H-Hein?! M-mas mas...! Deixa eu jogar um pouquinhoo~! — Dennis se aproximou mais ainda de Ryan, praticamente sentando no banco onde ele estava. Ele tentou tocar no DS, apaixonado. — O que você está jogando?? Pera, você já jogou Pokémon Black/White?? E The World Ends With You? Você tem Zelda?? Ahh, deixa eu jogarrr!! Nós somos amigos, não é?? Só um pouquinho, vai!
    avatar
    Cah

    Mensagens : 168
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Cah em Sab Jan 27, 2018 3:17 pm

    — O QUÊ?! NEM VEM!! — e o garoto deu um empurrão em Dennis para tirá-lo do banco — Não é da sua conta o que eu tava jogando e... AAAAH! — Ryan arregalou os olhos e segurou o DS com força — OLHA O QUE VOCÊ FEZ! EU ESTAVA EM PRIMEIRO E VOCÊ ME FEZ CAIR PRA DÉCIMO. SEU IDIOTA! EU VOU TER QUE COMEÇAR TUDO DE NOVO!!!
    avatar
    Bivi

    Mensagens : 246
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Bivi em Sab Jan 27, 2018 3:44 pm

    Jade revirou os olhos assim que Dennis e Ryan começaram a discutir no banco de trás. Conflitos em geral acabavam afetando a garota, especialmente porque ela podia sentir a irritação irradiando dos meninos. Era algo que também a deixava nervosa como consequência.

    A cigana olhou de relance para Nick antes de levantar do banco.

    — Eu volto quando essa treta terminar.

    Disposta a se afastar daquela gritaria, Jade seguiu andando pelo corredor do ônibus até sentar no banco de passageiro ao lado do motorista. Ela fitou Mark.

    — Você tá ouvindo isso? — Indagou, indicando a zona lá nos fundos com a cabeça. — E eu achando que ficaria de boa lá atrás... bem, azar o deles. — Deu de ombros, disposta a ignorar tudo aquilo. Seu olhar logo se fixou no painel do ônibus. Curiosa, perguntou: — Tem alguma música nisso aí?
    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Sab Jan 27, 2018 4:18 pm

    Ao levar um empurrão de Ryan, Dennis acabou caindo de bunda no chão do ônibus, soltando um grunhidinho de dor.

    — O-Ouch!! Qual é a necessidade disso?! — ele parecia furioso. Sem saco para lidar com o pirralho baixinho, Dennis o mostrou a língua e voltou para seu lugar ao lado de Elisa. — Engole esse seu Nintendo então, nanico! Espero que perca mesmo!!

    Mark continuava no volante, apenas esperando o sinal de Larissa para que ligasse o ônibus. Ele podia ouvir a gritaria e a bagunça lá atrás, mas parecia um tanto distraído para se irritar com os outros campistas. Na verdade, após tudo o que acontecera, chegava a ser reconfortante que todos estivessem tão animados para começar a missão.

    O líder do chalé de Hefesto sequer percebeu a chegada de Jade. Ele saiu de seus devaneios, murmurando um “Hm...?” quando a cigana puxou conversa.

    — Ah. Sim, tem. — ele tirou um aparelho do bolso, entregando-o para Jade. Parecia um MP4 portátil. — Você pode escolher a música... eu instalei um aparelho de som no ônibus e caixas acústicas lá atrás. Aí você seleciona a música pelo MP4, que tá conectado via bluetooth com o rádio... inclusive tem como tocar músicas diferentes aqui na parte do motorista e lá atrás...

    Mark pareceu concentrado demais em explicar as adaptações que tinha feito no ônibus à Jade, sem perceber que poderia estar falando muito. Quando se tocou disso, ele bufou e se desculpou, resumindo a conversa:

    — Foi mal. Pode escolher a música.
    avatar
    Bivi

    Mensagens : 246
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Bivi em Sab Jan 27, 2018 5:55 pm

    Jade observou o aparelho entregue em suas mãos. Apesar de não entender muito sobre tecnologia, ela pareceu interessada na explicação do loiro.

    — Bom, seja lá o que for esse blue-não-sei-oquê, parece legal. — Disse, referindo-se ao bluetooth. O MP4 portátil girava em suas mãos conforme a garota o analisava por inteiro.

    Dito isso, Jade começou a procurar por alguma música no aparelho. Não demorou muito para que as caixas de som tocassem Maps da banda Maroon 5 no ônibus todo.

    — Parece que eu vou ser a DJ por enquanto. — A cigana se recostou na cadeira com um sorriso satisfeito. Ela então olhou para Mark novamente. — Que tipo de música cê curte, Mark? Rock?

    Elisa se mostrou preocupada com a briga entre os garotos na sua frente.

    — Ei, não briguem..! — Disse logo após Dennis cair sentado no chão. Ela abriu espaço para que o ruivo retornasse para o seu assento, suspirando. — Você se machucou?
    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Sab Jan 27, 2018 6:46 pm

    Mark não pode deixar de franzir o cenho ao ver que Jade não fazia ideia do que "bluetooth" significava. Ele estava prestes a dar uma aula sobre o assunto quando a cigana perguntou sobre seu gosto musical.

    — Eu gosto de Eminem.




    — Mas rock também é massa. E metal. — complementou. Ele ergueu uma sobrancelha assim que Maps começou a tocar, reconhecendo a música. — Você gosta de Maroon 5? Pensei que você ia gostar tipo... de umas música celta ou folclórica... mas não pop.

    Quando Elisa perguntou se estava bem, Dennis estufou o peito e se fez de durão.

    — Estou bem. Eu não me machucaria com um empurrãozinho vindo daquele anão. — e sorriu, arrogante.
    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Sab Jan 27, 2018 7:07 pm

    Com todos em seus devidos lugares, Larissa sentou-se em um dos bancos da frente e fez sinal para que Mark ligasse o ônibus. O motor do veículo ronronou quando ligaram a chave na ignição, avisando que estavam prestes a partir.

    Mark fechou a porta do veículo. Antes que elas se fechassem por inteiro, alguém apareceu e gritou, pedindo que parassem o ônibus. O rosto do líder de Hefesto se contraiu numa careta quando ele viu quem tinha entrado.

    — Opa. Quase perdi o ônibus, hein? — o indeterminado deu um de seus sorrisinhos típicos. — Você não ia fechar a porta na minha cara, né?

    Mark grunhiu. Larissa se colocou de pé, ficando de frente para o garoto e impedindo-o que escolhesse um banco.

    — O que você pensa que está fazendo, Enmei?? Você não foi escolhido pra essa missão.

    Enmei cruzou os braços, parecendo despreocupado.

    — Acho que você esqueceu de um pequeno detalhe... Falta um campista indeterminado nesse grupo.

    A filha de Dionísio franziu o cenho, refazendo suas contas. Quatro filhos escolhidos... aqueles eram Dennis, Clover, Rose e Ryan. Elisa era a filha proibida de um dos Três Grandes. Cinco indeterminados deveriam ir naquela missão: Jade, Allen, Nick e Liam, que por ser um sátiro cabia naquela descrição. Mas se assim fosse...

    Realmente estava faltando um indeterminado.

    Enmei sorriu ao ver a expressão no rosto de Larissa quando ela se deu conta daquilo.

    — Eu acho que vocês deveriam me levar junto nessa missão. Afinal, você sabe o quão bem treinado sou.

    O garoto tirou um cordão de dentro do bolso. Era um colar simples que todos os campistas possuíam e, no final de cada verão, eram distribuídas contas que simbolizavam mais um ano estando no Acampamento Meio-Sangue.

    Enmei possuía tantas miçangas quanto Larissa. Eram sete no total; sete anos que morava ali, sete longos anos treinando sem sequer ser reconhecido por seu pai divino. Por mais que odiasse o garoto, Larissa tinha que admitir que ele tinha razão. Era uma das poucas pessoas que conhecia as habilidades de luta dele e tinha que concordar que, apesar de sua personalidade tóxica, tê-lo na missão seria de grande ajuda.

    A filha de Dionísio ainda refletia. Ao notar isso, Mark resmungou, indignado:

    — Você não vai...

    — Certo. Você pode vir com a gente.

    — Mas que merda..?!

    Enmei riu-se.

    — Obrigado~

    Mas antes que o garoto fosse em direção aos bancos, Larissa apontou o dedo em seu peito.

    — Mas... caso você decida fazer alguma gracinha, qualquer gracinha, fique avisado que eu acabo com a sua raça. Ouviu?

    Enmei tremeu com a ameaça. Chamas púrpuras brilhavam nos olhos da filha de Dionísio; ela estava falando sério.

    — C-Certo. — gaguejou.

    — Ok.

    Dito isso, Larissa deixou que ele passasse. Enmei foi até o fundão do ônibus e sentou lá, ficando quieto na sua.

    Mark praguejava baixinho ao volante, sem acreditar naquilo.

    — Vamos. — Larissa deu um tapinha no ombro de Mark. — Central Park nos espera!

    avatar
    Cah

    Mensagens : 168
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Cah em Sab Jan 27, 2018 7:44 pm

    Ryan também mostrou a língua para Dennis e continuou o xingando enquanto o adolescente voltava para seu lugar. Ainda bem que aquele sardento não quis insistir muito. Rose apenas suspirou balançando a cabeça.

    Ryan estava a ponto de retomar à sua zona de conforto quando escutou Dennis o chamando de anão. Ele ficou nervoso tão rápido que se levantou para acertar a cabeça ruiva sentada lá na frente, mas parou. Não podia correr o risco de perder seu DS. Ou melhor, perder não era o problema, ele sempre carregava consoles extras. Ele não podia era correr o risco de dar o videogame de graça para Dennis. Sentou e continuou a jogar.

    Quando Enmei entrou, Rose achou aquilo muito estranho. A garota levantou e ficou apoiada no banco da frente, tentando escutar o que Larissa falava. Pelo que percebeu, ele também participaria na missão, o que começou a deixar a filha de Apolo preocupada. Se estava faltando um indeterminado para completar a profecia, será mesmo que Enmei precisava ir com eles? Por dentro, Rose desejava que outra pessoa ocupasse esse lugar.
    avatar
    Bivi

    Mensagens : 246
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Bivi em Sab Jan 27, 2018 8:14 pm

    Jade riu com a suposição de Mark. Não tinha como culpá-lo por assumir que ela gostava daqueles gêneros musicais.

    — As aparências enganam, oras. — Brincou. — Eu gosto de várias coisas, não só de músicas celtas ou folk. Mas acho que cada ocasião pede uma vibe diferente, por isso escolhi pop agora-

    Antes que pudesse continuar, o grupo foi pego de surpresa com a aparição de Enmei. Era quase como se o indeterminado fizesse questão de aparecer no último segundo. A cigana franziu o cenho ao vê-lo embarcar; o desgosto que sentia pelo campista era óbvio. Ele sempre a deixava desconfortável de algum jeito.

    Jade bufou. Chegava a ser irônico que alguém tão desagradável quanto Enmei pudesse ser essencial para a missão deles. Ao menos Larissa fez questão de adverti-lo e isso era bom. Seria difícil para ele fazer alguma gracinha na presença da filha de Dionísio.

    — Larissa vai ficar de olho nele. — Disse por fim, voltando a olhar para Mark depois que Enmei sentou no fundão do ônibus. — Ah, antes de sairmos...

    Ela mexeu em sua bolsa em busca de um pequeno amuleto de ferradura. Assim que o encontrou, Jade se levantou para pendurá-lo no retrovisor do ônibus.

    — Pronto; isso aqui vai nos ajudar a atrair energias positivas.

    Pronta para partir, a garota retornou para o seu banco e colocou o cinto de segurança.

    Elisa estremeceu ao ver que Enmei faria parte da missão. Como eles não perceberam que um campista estava faltando? Agora era tarde demais para colocar outra pessoa no lugar dele. Ela suspirou pesadamente, colocando o cinto assim que o motor do veículo foi ligado. Sua postura relaxou quando Enmei foi para um assento distante.

    — Bem, lá vamos nós. — Elisa forçou um sorriso para Dennis, ainda assim sendo incapaz de disfarçar sua ansiedade.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Nov 15, 2018 9:13 pm