Templo de Deméter

    Compartilhe
    avatar
    Caio

    Mensagens : 98
    Data de inscrição : 30/12/2014
    Idade : 19

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Caio em Dom Jan 28, 2018 9:07 pm

    A aparição de Enmei durante a partida do ônibus claramente foi um choque, quanto mais razão o indeterminado dava para permanecer na missão mais incomodo causava a Liam, mas o garoto dos olhos bicolores não entregava os pontos até que a Larissa cedeu a ele. Então o sátiro simplesmente o deixou passar pelo corredor, com medo de dar uma razão para o deixar irritado.
    avatar
    Caio

    Mensagens : 98
    Data de inscrição : 30/12/2014
    Idade : 19

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Caio em Dom Jan 28, 2018 9:11 pm


    Central Park, NY - Templo de Deméter ☘️

    Após uma hora de viagem o ônibus finalmente chegou ao seu destino, Central Park, após um bom tempo procurando um lugar para deixar o grande veículo amarelo o grupo foi em direção do parque. O dia continuava ensolarado com poucas nuvens no céu, e o ambiente perfeitamente agradável com diversas folhas que voavam ao vento deixadas pelas arvores, nas quais tentavam encobrir a vista dos arranha-céus, havia também um grande lago no meio do parque, o local parecia um oásis no meio de tantos prédios da cidade.





    — Uhn, que dia perfeito para começar a nossa jornada. — Falou Liam se esticando todo, agora usando uma calça por ordem de Larissa. — Vamos começar a nossa busca pelo templo, certo pessoal!?

    — Vamos logo pegar essa droga de relíquia. — Watson que até então estava emburrado no fundo do ônibus começou a falar do nada, ninguém havia reparado nele deste então. — Vamos usar isso para acabar com a raça daquele traidor do Gill.

    — Ehh, tipo isso. — Larissa olha preocupada para o gêmeo restante, não sabia responder a isso. — Então vamos em busca de concluir nossa missão, espero que todos se comportem bem, okay? — Ela tentou disfarçar a vista para aqueles que pareciam mais problemáticos para missão, mas permaneceu com vista grossa para o Enmei.

    avatar
    Bivi

    Mensagens : 246
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Bivi em Dom Jan 28, 2018 9:43 pm

    Jade foi a primeira a descer do ônibus justamente por estar sentada no banco da frente. Ela deu alguns passos em direção ao parque, visivelmente animada por estar em um local como aquele. Seus olhos se fecharam enquanto ela respirava fundo, sentindo uma brisa agradável contra o rosto. Era sempre relaxante estar em contato com a natureza.

    — Que ótimo lugar para começar uma jornada! — Disse com um sorriso no rosto, logo em seguida acenando para os outros. — O que estamos esperando? Vamos!

    Elisa permaneceu perto dos demais. Lançou um olhar preocupado para Watson, porém resolveu não comentar nada a respeito. Ela então assentiu para Liam e Jade.

    — Estou pronta. — Sorriu.
    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Dom Jan 28, 2018 10:32 pm

    Assim que o ônibus parou de andar, Dennis levantou-se depressa para sair do veículo, quase atropelando os outros campistas no corredor. Ele pulou os três degraus e por pouco quase virou o pé ao pisar na calçada.

    — UHUL!! — o ruivo deu outro pulinho, animado. O dia estava perfeito para um passeio no parque e, por um momento, parecia mesmo que estavam ali só para se divertir. — IRMÃOZÃO!! VAMO!!!

    Mark teve que esperar todos descerem para trancar o ônibus. De fato, o clima estava quente e ensolarado perfeito para fumar um cigarro, quer dizer, cof. Todos pareciam de bom humor, exceto Watson.

    O líder de Hefesto pareceu preocupado com o que ouviu. Ele fitou o outro líder, tentando pensar em algo para dizer, mas não conseguiu achar nenhuma palavra para consolá-lo.

    — Err... — Dennis deu uma risadinha nervosa, agradecendo por Larissa e Jade suavizarem a situação. — I-Isso!! Vamos nessa!!
    avatar
    Nate

    Mensagens : 112
    Data de inscrição : 30/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Nate em Dom Jan 28, 2018 11:34 pm

    Desde que Jade tinha saído do assento ao seu lado, Nick voltou sua atenção para a discussão entre Dennis e Ryan. O garoto achou tudo aquilo engraçado, era bom saber que os outros estavam agindo como sempre, sem deixar a preocupação tomar conta dos pensamentos.

    Após um tempo, Nick começou a cochilar durante a viagem, só acordando quando o ônibus havia chegado no Central Park. Ainda sonolento, o menino saiu do ônibus coçando os olhos. Quando parou para observar a paisagem ao seu redor, um pequeno sorriso se formou em seu rosto. Ele estava tão perto de sua casa!

    -x-

    Logo atrás dele, Allen saiu do veículo também. A visão dos enormes arranha-céus o deixaram um pouco tonto. Para o jovem, era estranho ver construções que chegavam tão perto do céu, já que onde morava, ele parecia inalcançável.

    Ao virar-se para o parque, Allen ficou um tanto surpreso. Se não fosse pela grande extensão de árvores, provavelmente ele estaria subindo de volta para o ônibus. Ver toda aquela natureza em uma área urbana o fez sentir um pouco melhor.
    avatar
    Caio

    Mensagens : 98
    Data de inscrição : 30/12/2014
    Idade : 19

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Caio em Seg Jan 29, 2018 12:25 am

    Clover foi umas últimas a sair do ônibus, conforme mais se aproximava ao destino mais nervosa ela começou a ficar. Ela nem se importava sobre os pais divinos e aquela baboseira toda, mas com seus colegas falando sobre os deuses isso a deixou desconfortável; cada dúvida e sentimentos que já haviam saído de sua cabeça fazia muito tempo acabaram retornando: lá no fundo ela ainda tinha vontade de ver sua mãe e isso deixou a garota ansiosa.

    Clover sentia algo diferente em Central Park: como já havia experimentado estar num bosque tão imenso e vivo como o do acampamento ela conseguiu pressentir algo estranho com aquele parque do que das últimas vezes que visitou o local. Olhando com mais atenção parecia até que as árvores estavam menos vibrantes do que de costume.

    Conforme o grupo de semi-deuses (e Liam) seguiam em busca pelo Templo de Deméter, Clover andava meio distraída com toda aquela natureza ao seu redor. De repente, ela estava andando em uma outra direção, completamente alheia, sentindo-se atraída por algo.

    — Hey Clover! Onde você ta indo?

    Ao ouvir Liam a chamando, Clover percebeu que estava se afastando do grupo; nem sequer tinha percebido antes, como se estivesse num transe. Mas ela se deu conta que conforme mais ela seguia o caminho na qual estava traçando, menos sons podiam ser ouvidos e menos pessoas estavam ao redor.

    — Então gente, to tendo uma sensação que é por aqui.

    — Tem certeza Clover? — Larissa a questionou, não queria se perder num lugar que nunca havia ido antes, foi então que a gordinha se lembrou que ela era uma filha de Deméter. — Tudo bem, vamos confiar em você, apenas continue que estaremos logo atrás de você.

    Depois de um bom tempo caminhando, realmente pode-se tirar a conclusão que quando as vozes estavam sumindo, pode-se ver também que as arvores estavam ficando mais densas fechando o céu cada vez mais, passando apenas algumas frestas de luz. Foi então que de repente todo o barulho acabou e por metros e mais metros não se pode ver mais ninguém além dos campistas, na frente do grupo pôde se ver uma arvore com uma passagem em seu tronco, como um buraco.




    — Só pode por ser aqui. — Clover deixou de andar ao avistar a entrada do templo. — Podem deixar que sigo em frente.

    — Eh tem certeza? — Liam estava preocupado com a semi-deusa, não podia garantir que seria seguro atravessar o túnel. — Pode deixar que seu sátiro protetor-não-júnior faz a frente.

    — Não Liam, eu vou.

    Dito isso Clover já começou a entrar e nem esperando as pessoas atrás dela, a garota sabia que tinha sido fria, principalmente com Liam, mas se tinha alguma chance de encontrar Deméter, Clover queria ser a primeira a vê-la.

    Durante o percurso do túnel não se pode ver nada além do ponto de luz que aumentava que vez que avançavam. Chegando ao fim pode-se ver o templo quase que por completo, a construção por si era todo composta por pedra a não ser o teto, musgo e vinhas recheavam os cantos e o teto era feito por plantas retorcidas, deixando passar pequenos raios de luz. Já no centro pode-se ver uma estátua que representava da própria deusa Deméter.




    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Seg Jan 29, 2018 12:58 am

    Dennis colocou-se à caminhar, andando logo ao lado de Larissa e Liam. Já Mark foi atrás dos outros campistas, cuidando do meio-irmão, de Elisa, de Enmei, do Watson e ainda dos outros semideuses do grupo, tudo isso enquanto ainda cuidava dos arredores.

    Por mais que o Central Park fosse um passeio legal e divertido, estavam fora do Acampamento, literalmente jogados no mundo exterior, onde monstros corriam à solta. Nenhum cuidado era de menos.

    Haviam muitas famílias, casais e amigos aproveitando o belo dia no parque. Graças aos deuses o grupo passou despercebido pela multidão: com todos usando a camiseta laranja do Acampamento Meio-Sangue pareciam apenas um grupo de crianças num passeio de férias de verão. Liam não pareceu sentir a presença de nenhum monstro por perto — o que tranquilizou Mark só um pouquinho, visto que Liam já não era muito bom em farejá-los.

    Ainda tentando controlar a vontade de fumar um cigarro o líder do chalé de Hefesto estranhou quando Clover começou a andar sozinha numa outra direção. Larissa e Liam discutiram algo com a filha de Deméter, chegando à conclusão de deixá-la liderar o caminho.

    Mark nunca havia parado para pensar no quanto Clover o fazia lembrar de uma outra garota do chalé 4. Assim como a maioria dos filhos de Atena possuíam cabelos louros e olhos cinzentos, a maioria dos filhos de Deméter possuíam cabelos castanhos e olhos da mesma cor. Em questão de personalidade, Clover não era assim tão parecida com Clara, mas vê-la andando de costas pela mata o fez lembrar dela.

    — ? Mark?

    O loiro piscou, voltando a si. Ele fitou Enmei olhando-o de forma intrigada com aqueles dois olhos bicolores, como se tentasse ler seus pensamentos.

    “Preste atenção. Não adianta nada lembrar disso agora...”

    Mark bufou e seguiu andando, dando uma ombrada “sem querer” no garoto indeterminado.

    — Vamo.

    O grupo continuou seguindo Clover pela floresta. Conforme mais iam se esgueirando pelas árvores, menos podiam escutar os ruídos das pessoas no parque e da cidade ao redor. Havia apenas grandes troncos, muito verde e o canto dos pássaros.

    De repente, tudo fez-se silêncio.

    Estavam de frente para uma árvore de raízes grossas expostas. Um buraco encontrava-se ali.

    Aquilo parecia um tanto suspeito. Mark olhou ao redor, mas não havia nenhuma outra árvore como aquela por perto. Antes que desse sua opinião, a filha de Deméter avançou pelo túnel, sumindo de vista.

    — OH QUE IRADO!! — Dennis também entrou. Mark não perdeu tempo e o seguiu.

    Ao final do túnel, se depararam com um santuário escondido. O templo era composto por pedra e vegetação. O ar ali dentro era puríssimo. Ao longe podia-se ouvir o som de alguma fonte de água.

    Tudo ali era grandioso e magnífico. Simplesmente a cara da deusa das plantas e da colheita.

    — Pera, o que é aquilo?? — Dennis segurou-se no ombro de Clover, tentando ver o que ela estava vendo (mesmo sendo mais alto que a garota). — Aquela lá é a deusa??

    De fato, havia uma estátua de mármore no centro do santuário, em um pequeno pedestal coberto por musgo e florzinhas.




    Mark estreitou o olhar, dando mais uma checada nos arredores. Mas quando desviou o olhar de Dennis por uma fração de segundo, o ruivo já havia corrido em direção ao altar FEITO UM IDIOTA.

    — NÃO—

    De repente, o templo todo estremeceu. As plantas e raízes começaram a se mover, emitindo alguns ruídos que pareciam pequenos gritinhos.

    Mark segurou o relicário em seu pescoço, transformando-o num martelo de bronze celestial.

    — CUIDADO!!



    Última edição por Hack em Seg Jan 29, 2018 4:49 am, editado 1 vez(es)
    avatar
    Bivi

    Mensagens : 246
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Bivi em Seg Jan 29, 2018 1:52 am

    Elisa permaneceu olhando ao redor conforme o grupo se locomovia. Haviam tantas famílias aproveitando o parque... tantas pessoas comuns que nunca se preocupariam com monstros. A garota sentiu um aperto no peito ao pensar que a sua vida nunca seria tão simples. Ela desviou o olhar deles rapidamente, mantendo o foco na missão.

    O templo de Deméter era mais bonito do que o esperado. Ainda assim, o silêncio constante fez com que Elisa ficasse ainda mais tensa, como se algo ou alguém pudesse atacá-los a qualquer momento.

    — Dennis!! — Exclamou Jade ao ver o ruivo correndo em direção ao altar.

    Um tremor súbito começou. A cigana praguejou algo, logo pegando os seus leques que se transformaram em um par de chakrams. Tudo aconteceu muito rápido. Elisa engoliu em seco e tratou de pegar a sua arma também.

    — O que é isso?! — Indagou a loira com sua lança em mãos. Ela podia jurar que as plantas estavam gritando.
    avatar
    Nate

    Mensagens : 112
    Data de inscrição : 30/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Nate em Seg Jan 29, 2018 2:09 am

    Com uma mão em sua testa para proteger os olhos do Sol, Nick encarava as construções que se existiam ao redor do parque a fim de encontrar o prédio onde morava. No entanto, no ponto em que se encontrava, apenas um pequeno canto do edifício podia ser visto. Chateado, o garoto virou-se para trás e percebeu que o grupo já havia começado a caminhar.

    Apressando os passos, Nick ficou ao lado de Rose, que acompanhava Ryan. A garota, ao notar a presença do amigo ao seu lado, deu um pequeno sorriso, o qual foi retribuído pelo menino.

    -Pensei que daqui dava para enxergar o meu prédio, mas só consigo ver um canto dele. - Comentou Nick. - Você se lembra onde eu moro, né Rose?

    A garota fez um movimento vertical com a cabeça, indicando que sim. Então, virou-se para trás e apontou para exata direção do prédio onde Nick morava. O garoto, admirado com a memória dela, soltou um pequeno "Ooh".

    - Quem sabe se após conseguirmos o emblema a Larissa não deixa a gente dar uma passada lá! - Exclamou com felicidade.

    A menina loira novamente acenou com um positivo, mas, depois de pensar um pouco, colocando um dedo em seu queixo, fez um movimento indicando que não. Com um movimento rápido, Rose tirou um pequeno quadro branco de sua mochila e, pegando uma caneta, escreveu "MONSTROS".

    Nick logo entendeu o que ela quis dizer. Se muitos semideuses se reunissem em um único espaço, como a casa dele, chamariam a atenção de muitos monstros, e isso colocaria em risco todos aqueles que moravam ali.

    -Você tem razão. - Disse um pouco chateado. Contudo, não demorou muito para que uma ideia surgisse e o alegrasse. - Quanto tudo isso acabar, que tal você passar alguns dias em casa? A minha mãe está louca para te conhecer! Ela ficou triste por não ter tido tempo de conversar direito com você naquele dia.

    A garota ficou contente com o convite, dando alguns pulinhos de alegria.

    -Então está prometido!

    Ryan, que estava escutando toda aquela conversa calado, achou estranho a intimidade entre os dois. Sem querer interromper, o menino esperou os dois pararem para perguntar:

    -Pera...você já foi na casa dele? - Disse apontando para Rose. - E vocês estavam sozinhos? O que vocês são?

    Tanto Nick quanto Rose se entreolharam confusos.

    - Como assim?

    A pergunta de Nick fora tão sincera que Ryan quase ficara nervoso, mas antes de poder dizer alguma coisa, o menino continuou:

    -Você também está convidado, Ryan!

    O convite foi tão repentino que o garoto teve que virar a cara para esconder a expressão de felicidade e surpresa, entretanto, quando fez isso, percebeu que o resto do grupo já estava adentrando o buraco do enorme tronco.

    -Ei! Estamos ficando para trás, vamos!

    Assim, os três, junto a Allen, que observava toda a floresta com curiosidade, entraram por último no templo. Todos eles estavam surpresos com o local, e se espantaram quando plantas começaram a se movimentarem.
    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Ter Jan 30, 2018 8:19 pm



    ** INSTRUÇÕES DE LUTA **
    Vocês poderão fazer 2 lutas individuais ou 1 luta com ambos os personagens.
    (Se quiserem, também pode fazer apenas 1 luta individual ou então não precisa fazer a luta; ninguém é obrigado a fazer nada~)



    LUTA INDIVIDUAL


    VS PLANT KNIGHT
    Cada personagem terá que lutar contra 1 Plant Knight. Eles são soldados de madeira com uma espada de grama afiadíssima como ferro (e tão resistente quanto). Medem 1,50m de altura e pesam aproximadamente 20kg.
    Não parecem demonstrar sentimentos/emoções e nem sentem dor; caso um de seus membros de madeira sejam arrancados, pode continuar lutando até ter o corpo/tronco cortado ao meio (o que o mataria).
    Apesar de andar de forma meio mecânica/dura (imagine um boneco de madeira tentando andar kkk) são bons espadachins e tem reflexos rápidos, atacando com certa velocidade e sendo capazes de se defender com a espada de grama.




    LUTA EM DUPLA


    VS TREE GUARDIAN
    Comparado ao monstro anterior, este é muito maior e mais forte, tendo 1,70m de altura e pesando mais de 150kg. Sua defesa é alta e, por ser pesado, anda bem devagar e seus ataques são lentos, porém fortes.
    Sendo um espírito da natureza, esse monstro consegue demonstrar certas emoções (apesar de seu rosto sempre ter uma expressão vazia). Solta grunhidos animalescos e consegue sentir dor. É composto por terra, barro, musgo e folhas, sendo especialmente fraco contra poderes mágicos. Uma das formas de derrotá-lo seria quebrando/desmontando seu corpo físico, separando assim o espírito do boneco de lama e folhas.
    Consegue atacar com vinhas (Vine Whip) e jogar folhas afiadas nos oponentes (Razor Leaf).



    ~~


    Os monstros em questão parecem estar defendendo/protegendo o templo (ou algo nele). A intenção das criaturas é afastar e expulsar os semideuses do santuário de Deméter e eles não irão desistir da sua tarefa, apesar de parecerem um tanto hesitantes em atacar os campistas no começo da luta. (especialmente o Tree Guardian, que é um espírito gentil).


    BUFFS E BÔNUS DOS PERSONAGENS:
    Clima Ensolarado: Allen possui uma personalidade mais gentil/amigável
    Dia: Jade não recebe bônus pela luta estar acontecendo de dia/à tarde
    Ambiente - Vegetação: Clover recebe bônus por estar lutando no meio de uma floresta
    INFLAMÁVEL: Perigo de incendiar o templo caso Dennis use habilidades com fogo
    Um belo lugar para tirar uma soneca zz: Por estar lutando num lugar tranquilo e sereno, Nick irá se sentir mais sonolento

    Fonte de Água: Elisa pode sentir que há água correndo em baixo da terra


    avatar
    Hack
    Admin

    Mensagens : 340
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Hack em Ter Jan 30, 2018 8:31 pm


    [POST PRA SER EDITADO DEPOIS - DENNIS&MARK VS TREE GUARDIAN]
    avatar
    Bivi

    Mensagens : 246
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Bivi em Ter Jan 30, 2018 9:34 pm

    PLACEHOLDER: ELISA&JADE VS TREE GUARDIAN
    avatar
    Nate

    Mensagens : 112
    Data de inscrição : 30/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Nate em Sab Fev 03, 2018 11:34 pm

    placeholder
    avatar
    Cah

    Mensagens : 168
    Data de inscrição : 28/12/2014

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Cah em Sab Fev 03, 2018 11:34 pm

    [ PLACEHOLDER: RYAN VS PLANT KNIGHT ]

    Conteúdo patrocinado

    Re: Templo de Deméter

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Nov 15, 2018 8:42 pm